sexta-feira, 3 de junho de 2011

Concepções errôneas sobre o Lifestyle


Já faz algum tempo desde que eu escrevi o artigo original explicando lifestyle lolitas, e por um longo tempo eu pensei, bem, tem sido escrito - do que mais você precisa? Tem sido dito. Fale sobre moda/unhas/revistas/QUALQUER COISA ao invés de isso.

Mas ultimamente eu tenho visto alguns mal entendidos comuns sobre lifestyle lolitas que vão além do que eu originalmente falei. Eu não tenho certeza de onde essas idéias tem vindo - certamente não da comunidade, ao que me parece, porque lifestyle não é muito discutido por lá. Mas alguém espalhou a idéia de que lifestyle lolitas são praticamente outra raça da espécie da lolita comum, por exemplo...

Q: O que lolitas comem?
R: Qualquer coisa que gostarem! Bem, em geral, você deveria tentar beber seus oito copos de água por dia, comer algo que não tenha sido frito (como vegetais e frutas!) e um bom iogurte não machuca. Você sabe, as coisas típicas que você lê em revistas femininas sobre aumentar o poder do seu cérebro. Coma amêndoas. Que seja. O ponto é que lolitas tem uma dieta perfeitamente normal. Eu tenho visto muitas perguntas como essa e sempre fico um pouco surpresa. Eu... comi morangos com trigo triturado no café da manhã. Isso é mais ou menos lolita do que, digamos, aveia? A lolita ganha pontos se salpicar a aveia com mini marshmallows? (Um sistema de contar pontos totalmente diferente? O cérebro gira.)

Q: O que uma lolita usa para acampar/lutar contra incêndios/ser um palhaço de rodeio?
R: O que qualquer outra pessoa usaria para fazer essas coisas! Moda é uma coisa, mas algumas vezes roupas são puramente utilitárias. Eu prefiro usar lolita ou pelo menos otome-kei diariamente, mas isso não significa que eu não tenho o bom senso de manter um par extra de calças no assento traseiro do meu carro. Se você repentinamente precisa trocar um pneu furado, você provavelmente ficaria muito feliz em entrar naqueles jeans, certo? Funcionalidade sobre moda - acontece! Se você precisa vestir-se consistentemente para funcionalidade e odeia não ter uma identidade lolita (digamos que você passa a maior parte do seu tempo num jaleco de laboratório), então tente algo mais permanente, como fazer suas unhas ou arrumando seu cabelo (não importa o que, eu sei que eu posso contar com uma cabeça de cabelo rosa, aqua, roxo e loiro! Ajuda!)
Nota da tradutora: Eu fico surpresa com a quantidade de perguntas que vejo tipo "Não posso usar lolita no colégio", "Não posso usar saia na escola, o que eu faço?", "O que uma lolita usa na balada?". Não use lolita nessas ocasiões, oras. Não use lolita em ocasiões que podem fazer você estragar suas roupas ou se sentir desconfortável. Não seria nada prático fazer aulas de Educação Física com anáguas e sapatos lolita, e não seria legal usar lolita na balada onde as pessoas poderiam derrubar bebida em você ou sujar suas roupas. Você realmente não precisa usar lolita todos os dias ou em todo lugar para ser uma lolita.

Q: Que maneiras/personalidade eu preciso para me vestir no subestilo _________, ou apenas lolita em geral?
R: Maneiras lolita não são um ponto de discussão novo. É um consenso geral de que você deve ser, no mínimo, civilizada e ter consideração pelos outros em suas ações, e seguir as maneiras usuais que você aprendeu quando era criança, como por favor, obrigada, segurar uma porta para a pessoa atrás de você, usar um guardanapo no colo. Nós temos maneiras porque elas nos ajudam a navegar através da sociedade e interações sociais com, a idéia prossegue, o menor número de explicações e pausas constrangedoras.

Nota da tradutora: Isso se aplica não só a lolitas, mas a pessoas em geral. Não é justo nem faz sentido esperar que apenas lolitas sejam educadas quando você não espera isso das pessoas que usam só jeans e camiseta.

Mas quando alguém começa a levar essa idéia ao extemo, como: toda sweet lolita deve ser doce, açucarada e hiperativas, ou gothic lolitas são todas refinadas e distantes, e classic lolitas falam devafar com padrões de discurso inspirados historicamente, ou talvez pirate lolitas digam "Arrr!"... Isso começa a ser um pouco fantasioso demais (essa é a razão pela qual muitos dos não-lifestulers acham que lifestyles são loucas, gente! Tomem nota!).

Lolitas são seres humanos. Eu sei que talvez nós tentemos escapar e fingir que somos princesas, indigentes, ou gotas de orvalho, mas nós somos pessoas que simplesmente tem um tipo específico de gosto estético (e no caso das lifestylers, hobbies e maneiras de ver o mundo similares em torno desse gosto). Às vezes me parece que algumas das lolitas mais novas e empolgadas vêem o lifestyle como um RPG live action muito complexo que nunca acaba. Elas se arrumam, passam por suas vidas com passos afetados, colocam adesivos da Hello Kitty em seus cadernos, e alimentam-se de bolo por uma semana até os estômagos doerem. Isso é o que lolitas fazem, elas dizem. Eu sou uma dessas. É o que nós fazemos. Mas para mim, isso parece ser menos comprometido do que uma fase, um jogo. A verdadeira lolita não apenas brinca de ser seu ideal de lolita. Ela não tem que ser. Ela simplesmente é uma, e isso significa ir trabalhar, usar suas roupas quando ela tem tempo, e comer um sanduíche decente de atum no almoço. Isso significa fazer cooper nos domingos de manhã, em calças de moletom, e quando você voltar, apreciar seu sabor favorito de chá. É chamado de lifestyle ("estilo de vida") porque é vida.

Isso pode parecer senso comum para vocês, meus leitores fantásticos, mas é surpreendente como o senso coumum já não é tão comum. Um dos principais objetivos do meu blog, e por extensão, do meu vlog, é mostrar que lolitas são pessoas reais, em todas as suas formas. Nós temos sido romantizadas e reduzidas até que sejamos algo menos do que nós somos. Não se deixe ser simplificada até o mínimo denominador comum. O arquétipo da lolita é poderoso, mas nada é tão poderoso quanto a personalidade e o coração de uma pessoa real. É meramente uma pequena parte de uma pintura muito maior e muito mais bonita que é você.


Créditos:
Original:
Lolita Charm - Lifestyle Misconceptions
Tradução: Ichigo

5 comentários:

  1. É o segundo post sobre isso que vejo hj.Acho meio loucura pensar que uma lolita deve ser lolita até mesmo na hora de ser um palhaço de rodeio(?) ou na hora de comer.

    ResponderExcluir
  2. Esse post é bem legal, bom para as meninas que acabam deixando de fazer o que gostam por que acham que isso não é apropriado para Lolita.

    ResponderExcluir
  3. já me fizeram um interrogatório (!!!) perguntando se eu só me alimentava de bolo, chá e doces e se eu fingia ser uma princesa desocupada tomando chá com as bonecas o dia todo, entre outras coisas. acho totalmente errado esse conceito de lifestyle que algumas pessoas tem, que pensam que fingimos ser algo que não somos. lolita pra mim não é fingimento, é ser o que sou. parabéns pelo post! e feliz loliday ichigo!

    ResponderExcluir
  4. "Você realmente não precisa usar lolita todos os dias ou em todo lugar para ser uma lolita."

    Nossa, gostaria que muitas meninas que recorrem ao teu Formspring colocassem isso na cabeça de uma vez por todas!! ^^
    Quem disse que para ser lolita é preciso estar em um jsk/op, ou em cima de um tea partie shoes, ou com um headbow eater 24h por dia?!!
    A mesma coisa sobre o que diz respeito a comportamento... Por que motivo haveríamos de mudar de modo de agir por gostar de uma moda?! Hello, bom senso...?

    A pergunta sobre a "dieta lolita" foi hilária também!! ^^

    Amei a tradução, Ichigo! E, apesar de atrasado, happy loli day para você!!!

    ResponderExcluir
  5. Caramba a ultima parte me tocou, profundo mesmo Ichigo, parabéns, isso nos faz meditar não só sobre quem somos nós, as lolitas, mas também oque é ser pessoa -.-

    ResponderExcluir