quarta-feira, 10 de abril de 2013

Livros do mês (Março 2013)

Em março consegui ler mais livros, felizmente :D Como passei um tempo me abstendo de comprar livros recorri à biblioteca da Fatec e peguei um do meu irmão também. Não tem muitos livros de literatura na biblioteca (é mais voltada pra parte teórica), mas deu pra passar o tempo xD


O primeiro livro do mês foi O Iluminado, do Stephen King. Eu já tinha assistido ao filme antes de ler o livro e quando é assim eu fico meio que esperando que as cenas que eu vi sejam descritas, mas não é assim que acontece, tem várias diferenças na história e, como em 90% das vezes, acho o livro muito melhor (mas o filme é realmente ótimo também).
Pra quem não sabe do que se trata a história, é uma família que se muda para um famoso hotel que já foi cenário de várias mortes. O garotinho é O Iluminado to título, tem a capacidade de ver coisas que já aconteceram, ler o pensamento e até certo ponto prever coisas. O problema é que a energia dele é tão forte que o próprio hotel sente isso.
Típico do Stephen King, é um livro que é muito difícil parar de ler, mas pra minha surpresa eu ficava meio perturbada se lesse antes de dormir xD


Esses pequenos livros de crônicas eu peguei na biblioteca. São coletâneas, em sua maioria, de textos escritos para jornais e periódicos. Confesso que não sou grande fã de literatura brasileira, em parte por puro preconceito que adquiri sendo obrigada a ler obras que não estava em condições de apreciar propriamente quando estava no colégio, mas lendo agora achei tudo muito interessante, especialmente porque datam do século XIX e início do século XX (no caso de Lima Barreto), e possui alguns retratos interessantes do Rio de Janeiro e sua alta sociedade na época.
De maneira geral achei o José de Alencar um chato arrogante, Machado de Assis engraçadinho e Lima Barreto o mais legal de todos. Agora preciso ler as obras dos respectivos autores ao invés de me basear apenas em uma pequena coletânea.


Outros livros que resolvi ler pra ver se quebrava um pouco do meu preconceito. Se deu certo? Bem, eu já havia assistido o filme que foi inspirado em Veronika decide morrer, e nesse caso prefiro o filme mesmo. Mas o livro até que é legalzinho, sim, fala de uma jovem que decide se matar, falha e vai parar num sanatório. Brida eu achei interessante por falar de magia, uma moça descobrindo o caminho através da Tradição da Lua, foi o que eu mais gostei por causa da temática mesmo. As Valkírias eu achei chato pra caramba ;^; A história é legal, de uma busca espiritual e tal, mas o desenvolvimento dela é muito maçante, nossa. Fui ler os comentários do Skoob a respeito e o pessoal realmente detestou aheuaheuahue xD Também teve outro que eu li e não está na foto, O Manual do Guerreiro da Luz e esse sim eu achei insuportável, mas mesmo assim não abandonei. Li em uma tarde, tamanho meu desespero pra terminar logo.
Bom, agora posso pelo menos agora não tenho preconceito com Paulo Coelho, posso simplesmente afirmar que não gosto dele mesmo.


Último livro do mês (que eu achei na caixa estante da biblioteca da Fatec *-*), O Apanhador de Sonhos. Sei que esse tem filme, mas ainda não assisti, e talvez fosse bom que eu tivesse assistido porque me ajudaria a ficar menos perdida no começo. Sério, eu chegava a ficar irritada de tão confusa, no começo tem muita coisa que não faz sentido. Ok, eles tão lá no presente e de repente fazem umas referências quebradas a um passado que não é explicado direito até pelo menos 3/4 do livro, é agoniante ;-; Acho que o Stephen King tava meio perturbado quando escreveu esse livro mesmo. Bom, eu não gosto muito de histórias de ETs, mas com certeza gosto de histórias envolvendo telepatia e de certa forma "viagens no tempo" através da memória, então é, é bom, como tudo o que ele faz (damn you, old man, I can't be mad at you ¬¬'), e quando terminei de ler o livro fiquei aliviada por ter entendido --' E não, não rola eu fazer uma resenha do livro mesmo porque quero que quem leia tenha a mesma sensação de estar perdida que eu tive 8D


E esses foram os livros de março :3 Atualmente estou lendo Tudo é eventual, uma coletânea de contos também do Stephen King (é, estou nessa fase).

6 comentários:

  1. stephen king e paulo coelho uooou que salto!

    Do paulo coelho já li brida e tentei (umas 3 vezes ..mas sem sucesso) manual do guerreiro(...) ne.. no me gusta ..brida é até romantico agora o manual é maçante.... curiosamente eu tinha uns 14 anos qdo os li....e agora, dez anos depois francamente não sei se ainda tenho pique pra tentar de novo.


    mas gosto do seus comentario sobre livros! sempre dão dicas boas!

    sabe ..até que gostaria de saber .. como é a agenda de pessoas como voce Ichigo! um dia na vida da Ichigo Hime.... deve ser bem corrido =D e elegante!

    tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, uma baita diferença xD
      Poxa, não tem nada de muito interessante no meu dia-a-dia mesmo, mas posso tentar fazer um post do tipo, sim. Fico feliz que se interesse... ^^'

      Excluir
  2. "De maneira geral achei o José de Alencar um chato arrogante" HAHAHAHA!
    Eu tbm tenho discriminação com lituratura brasileira, salva algumas exeções como álvaro de Azevedo.
    Primeiro porque acho os livros muito parecido com as novelas brasileiras, mas isso é claro né pq estas foram inspirados nos filmes. Segundo porque a grande maioria é maçante mesmo....mas quem sabe um dia eu tome coragem e tente ler os clássicos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo Álvares de Azevedo, tive até uma fase bem fangirl dele na minha adolescência gófica-tervas huaheuahue ;^; lindo <3
      Eu nunca tinha pensado por esse lado, mas realmente lembram novelas D:

      Excluir
  3. Eu amei todos os livros,a maioria conheço
    Bom,posso falar que os autores brasileiros são maravilhosos e meus prediletos! *-*
    Sou fã assumida de Machado de Assis!
    Também li Paulo Coelho e achei muito interessante!
    Seu post me deixou com vontade de lê-los novamente...

    Curte contos de fadas?
    Flights and Dreams
    www.flightsanddreams.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que Machado de Assis é capaz de eu gostar, apesar de não ter curtido quando era mais nova ;-;

      Excluir