quinta-feira, 2 de junho de 2011

Como ser sozinha (sem se tornar solitária)


Eu já vi isso muitas vezes online, quer seja nos secrets semanais, posts de status do Facebook, ou apenas confessado por alguns dos leitores do Lolita Charm.

"Eu queria ter amigas lolitas perto de mim! Eu queria poder sair com outras lolitas..."

Uma Lolita quintessencial é claro que precisa de suas quintessências amigas Lolita. Eu tenho certeza que você já viu, mas apenas imaginou a típica Imai Kira ou outra representação de artista Lolita: três garotas de babados, de estilos diferentes, mas ainda obviamente um conjunto combinado, agrupadas em volta de uma pilha de revistas e ursos de pelúcia em uma festa do pijama, ou tomando chá em um céu azul da tarde. Isto parece um tipo de conto de fadas que as garotas imaginam que possam ter se apenas houvesse algumas dispostas amantes de babados em seu CEP. Algumas de nós deveríamos povoar um estado ou um país!

Mas para muitas lolitas, esta é apenas uma opção. Enquanto alguns locais têm comunidades ascendentes de Lolita, outras não têm sequer um laço de cabelo ou dois. Ou talvez você tenha uma comunidade grande, mas não conexão com ninguém dela. O que uma garota deve fazer?



Eu vi este video há um tempo atrás e fui muito inspirado por ele. Como o titulo deste artigo, ele é chamado Como ser sozinha (Sem se tornar solitária). É realmente um vídeo bonito e bem feito, limitado a palavras falavas e performance musical. Depois de vê-ló (e ler vários dos livros da SARK, dê uma olhada se você ainda não leu nenhum!) SARK escreveu uma seção inteira de como ser sozinha. Ela descreveu várias das garotas que nós conhecemos, ou identificamos consigo mesmas: “Eu quero ver aquele filme, mas não tenho ninguém que vá comigo”; “Eu quero tentar aquele novo restaurante, mas meu namorado odeia comida indiana”; “Eu quero ver o por do sol na praia, mas...”. Todos os tipos de desejos que nos temos medo de fazer sozinha. Sark chama as mulheres assim de “mulheres em cativeiro”. O medo delas de estar sozinha as paralisa em suas casas!

Eu decidi que “como ser sozinha” é uma habilidade da vida que todo o mundo deveria cultivar. Depois que eu me mudei para os dormitórios do campus, levou um tempo para aprender como lidar com essas pessoas e amigos distintos, que anteriormente estavam sempre comigo, como um segurança de banco. Pequenas coisas como almoçar ou andar pelo o campus pareciam assustadoras. Elas podem parecer assustadoras ou estranhas pela a primeira vez. Mas como todas as coisas que nós conhecemos isso é algo que você pode praticar e ficar cada vez melhor com o tempo. Lolitas especialmente pode ter medo de sair sozinhas, como nos destacamos muito. “Salva em grupos” para ser uma coisa valida para todas nós pelo o resto do mundo, e talvez para nós mesmas também. Mas eu prometo a você, ser uma Lolita sozinha não é o fim do mundo. E tanto quanto gostar de estar com as minhas amigas Lolita (e muito!) também é muito relaxante ser uma Lolita sozinha no mundo, uma vez que você pega o jeito. Com isto em mente, eu compilei uma pequena lição de como ser uma Lolita, sozinha.


Passo um: Se vista no seu favorito estilo Lolita. Pretendendo ou não sair.

Se você puder vestir qualquer coisa relacionada no seu guarda roupa, o que poderia ser? Não pense sobre “o que as pessoas vão pensar” ou “como você pareceria você mesma em x”. Qualquer coisa que você queira. Você quer vestir seu novo vestido de classical Lolita adornado com violetas ou vestir uma peruca nova? Um chapéu em formato de carrossel ou uma arrepiante mochila de coelhinho? Se você não consegue esquecer a ideia de que as pessoas vão reparar em você mais que você em si mesma, tente uma versão mais discreta. As assas de fada não são necessárias se isso vai matar você.


Passo dois: Tenha o seu próprio encontro de Lolita

"O que é um encontro de Lolita?" Ah, você sabe exatamente o que eu quis dizer. Para sua favorita livraria antiga. Para a cafeteria onde eles têm o melhor salgado, caramelos, e o melhor café e chá verde. Para a loja da Sanrio onde tudo é cheio de morangos e rosa. Para o a sua loja de artesanato local para escolher flores artificiais para novos corsages. Qualquer coisa que faz você ser feliz e entre na sua "fantasia Lolita". Se você pudesse inventar a lolita perfeita, e é claro sua vida lolita perfeita, onde será que ela iria? Uma sala de chá, jardins públicos com cisnes? Se é apenas você, então você pode fazer qualquer coisa que você quiser – não precisar ter compromisso com ninguém! Meu mais recente “encontro” foi quando eu fui com a família da Sylvanian até a minha grande caixa de loja de brinquedos local – Eu estava procurando por coelhinhos de orelha com pontas de chocolate! O vídeo acima sugere um local onde as pessoas sozinhas são aceitas: cafeterias que incentivam as pessoas a ficarem; livrarias com pilhas de silêncio; pequenos jantares ou encontro de lanches.


Passo três: O segredo...

Não pense sobre as outras pessoas. Se elas se derem olhares estranhos, não retorne. Você não precisa responder com ninguém que chama gato; educadamente tente sair de situações onde os outros insistem em fazer comentários. Uma dica que eu li uma vez que para andar sozinho você tem parecer estar distante. Se você quer lançar um ar de solidão, esta é uma boa dica. Imagine que ninguém esta aqui. Talvez as pessoas estejam olhando. Mas isso não quer dizer que você tenha que diverti-los com isso. Se você não tem certeza que quer fazer isso, traga um livro ou um jornal. Fones de ouvidos podem ser úteis, um sinal cordial de não-me-perturbem. Isso pode ser dito, resistir ao impulso de um texto real ou fingir que esta com amigos no seu celular – é apenas um jeito de fingir que você não está sozinha.

Uma vez que você se sentir a sua consciência melhor em estar sozinha, você pode praticar interagir com as outras pessoas em volta. Elogie o sweater de alguém ou converse com o seu garçon. Mesmo enquanto segura a porta para alguém, um sorriso pode ser uma experiência recompensaria. Isto é tudo sobre como aprender a ser confiante – confiante o suficiente para sair, confiante o suficiente para pensar “Sim, eu pareço diferente, mas eu posso continuar dentro da sociedade, esse é o meu direito”; confiante o suficiente para agir como uma garota em vestido bufante é perfeitamente normal... e o resto do mundo apenas terá que pensar assim também.

O verdadeiro segredo é se divertir. É muito libertador fazer qualquer coisa que você queira sem permissão de alguém. Deixar quando você quiser. Se esconder atrás de uma livraria lendo todos os melhores livros ilustrados. Desenhar em guardanapos suas ideias para o seu dream dress. Tranporta-se para o seu dia dos sonhos, e você não tem que se preocupar sobre “estar sozinha”. Assimile a si mesma em uma coleta de flores do campo, ou escolha uma cor de esmalte. Quando mais você pratica, mais você irá aprender como apenas sendo você mesma é uma coisa boa.

Para encerar os comentários, aqui esta uma tradução de um pequeno ensaio da Novala Takemoto (uma coleção de suas colunas de conselho, chamadas Soleit Nuit / Soreinu [Night Sun(shine) em inglês] sobre "donzelas são sozinhas".
(Nota de Tradução: A Victoria Suzane pega uma pequena citação do artigo e coloca o link da fonte de onde ela o retirou logo abaixo, mas a Ichigo publicou uma tradução do texto completa no blog dela. Vocês podem ler a postagem clicando aqui)

Se você puder ler interpretação da postagem original, isto foi provavelmente escrito para consolar garotas solitárias que não podem fazer amigos. Como a maioria dos textos de Takemoto, seus conselhos são uma sacola de misturas (isto é, apesar de tudo, aquela quem diz que Momoko é seu alter ego, não é exatamente uma Madre Teresa), mas existem algumas partes que eu gostei e que pensei que poderia acabar neste artigo. A donzela (ou Lolita, ou qualquer criação/moda feminina que você considera estar) é completa por si mesma. Ela não precisa de outras pessoas para ser perfeita ou existir. Não há razão porque ela não possa jantar por si mesma. Não há nada que ela precise validar, provar, ou encontrar em outras pessoas. Ela sabe quem é. Eu suponho que é isto que eu realmente queria tirar deste texto... Sendo completamente, como si mesma é "uma indispensável parte de como se tornar uma princesa independente".


Créditos:
Original:
How to Be Alone (Without Being Lonely) – Lolita Charm
Tradução e adaptação: AnneKira
Originalmente postado no O Jardim de Anne Sagitarius

9 comentários:

  1. Esse video me fez chorar horrores D:
    Ah, a Melancia é toda fofura, quando vc vir por um dia ou dois a gente vai, e come na WonderCake na volta! <3333

    Eu não gosto muito dessa saia :X

    ResponderExcluir
  2. eu adoro esse post! toda vez que leio me vem a cabeça uma coisa que li em algum lugar: devemos aprender a apreciar nossa própria compania.

    ResponderExcluir
  3. Tenho dó de quem não sabe ser sozinho ou assimila isso a qualquer tipo de sofrimento. Essa pessoa nunca será dona se sua própria felicidade, sempre dependerá dos outros para ser feliz, e muitas vezes terá de abdicar de pensamentos independentes em prol da permanencia dentro de um grupo (aliás isso é o que mais tem no mundo e o que mais destrói a essencia e autenticidade de cada pessoa).

    Uma pessoa que não sabe ser só nunca vai provar do que é se sentir realmente pleno e em paz bastando-se apenas de si mesmo, e nossa, pra mim essa sensação não tem preço! ;)

    ResponderExcluir
  4. Uau!!!
    Eu adorei esse post!
    Me fez perceber muitas coisas boas em mim mesma!
    beijinhus :3
    ❤http://reinokawaii.blogspot.com❤

    ResponderExcluir
  5. uaaall além de eu AMAR o post adorei o comentário da Chibi *___*~
    caiu como uma luva pra mim que sou muito insegura pra ir aos cantos sozinha.... Obrigada pelo artigo Ichigo!

    =***

    ResponderExcluir
  6. Esse post foi muito inspirador.Dele eu entendi que não é que seja melhor estar sozinha, mas que quando não houver companhia devemos ter longos e agradáveis momentos de conversa e entretenimento com nós mesmas!

    ResponderExcluir
  7. Esse post foi muito inspirador.Dele eu entendi que não é que seja melhor estar sozinha, mas que quando não houver companhia devemos ter longos e agradáveis momentos de conversa e entretenimento com nós mesmas!

    ResponderExcluir
  8. para mim é tão difícil ficar sozinha, mas, as vezes penso que quando eu, finalmente, terminar meus preparativos e ter roupas Lolita, quando eu estiver vestida eu estarei em outro mundo, um bem mais bonito do que das outras pessoas que dele desconhecem...
    Porém na minha cidade não há nenhum Café, nenhuma casas de chá, nenhuma loja da Sanrio, nenhum lugar elegante com estilo antigo, nada, nada mesmo. Há duas "livrarias" que só vendem materiais escolares e alguns livros que não pode nem encostar se não for comprar por causas das vendedoras arrogantes...

    ResponderExcluir
  9. Até compartilhei de tão bom este texto, nossa aqui em Macapá eu sou alone lolita né, e minha irmã vive me perguntando pra que comprar esses coisas se eu nunca uso, eu acabo usando tudo pra mim mesmo, eu me arrumo em casa, e meu pai(nordestino brabo que criou 4 filhos trabalhando pesado) quando ve e diz que é roupa de quadrilha eu perdoo e peço para ele bater fotos, um amigo me disse"Você deveria parar de cultivar esse tipo de atividade tão solitária",mas ele não entende, eu lolito quando saio para comprar artigos, bijox o que for, no mais acho que depois de 2 anos,aprendi a ser sozinha, acho que venci.^^

    ResponderExcluir