terça-feira, 23 de março de 2010

Ser lolita ♥

Esse texto é do The Lost Princess (Skye ♥). Foi traduzido pela Maru e postado na comunidade Lolita Lifestyle.

Achei o texto lindo, mas gostaria de ressaltar que lolita não possui um padrão de comportamento. Você é livre para agir como quiser, ouvir o que bem entender, etc. enquanto lolita. Também é absolutamente aceitável que você ache que lolitas devem ser doces, meigas e tomar chá, contanto que você não force essa visão aos outros. Ninguém é menos lolita por fumar, beber ou falar palavrão. Assim como ninguém é retardada por acreditar que uma atitude delicada combina com o estilo (mas eu, particularmente, acho que exigir essa postura de todo mundo que usa o estilo é bem retardada, sim :B). É uma questão de gosto e escolha particular de cada um.


Ser lolita

Ser lolita é viver em um mundo de sua própria criação. É recapturar o senso infantil do mundo das maravilhas e a alegria nas pequenas coisas da vida, encher nosso próprio sonho de elegância e feminilidade. Quando uma Lolita põe um vestido cheio de babados e laços, amarra uma fita em seu cabelo e calça seus mary janes ela está jogando fora as responsabilidades de um adulto, todas as suas preocupações e medos derretem e ela pode sorrir outra vez, como uma pequena garota e a caminhada com a primavera em seus passos, sentindo prazer na própria vida, os aromas florais do jardim, a gota doce de chá na ponta da língua. O grande mundo sujo se torna, mais uma vez, um páis das maravilhas criado para seu prazer. Quem liga se os tolos incomuns olham torto? Lolita está dançando em uma sincronia diferente, vivendo a vida aqui e agora ao invés de se preocupar constantemente pelo amanhã ou lamentando pelo passado. A magia de Lolita é a habilidade de congelar o tempo, em uma época que nunca existiu, onde todas as garotas eram princesas e jantavam chá e bolo. É crescer do jeito que você imaginava quando você era menor, crescendo não "mais velha", mas apenas mais bonita, se apaixonando com o mundo e fitando o céu azul.

Se tornar Lolita, aceitar essa beleza em si mesma não é uma tarefa fácil. Uma Lolita deve desistir de seus conceitos do que é 'normal' e 'esperado' pelos outros, porque esses pensamentos falsos vão retê-la de alcançar seus sonhos e perceber seu próprio mundo de fantasias. O primeiro passo então, vem em dizer para si mesma 'O que me faz feliz é o que deve vir primeiro.' Isso não é puro egoísmo, viver apenas pelo prazer do outro cria uma feiúria interna que irá consumir seus sonhos, seguir sua própria felicidade é uma inspiração para todos e criará alegria onde quer que você vá. Zombaria se tornará inveja quando perceberem que você está em paz consigo mesma e seu estilo de vida. Essas Lolitas devem quebrar as correntes que as ligam a falsas noções.

Uma vez isso alcançado, ela sentirá uma luz repentina, como se um grande peso fosse deixado de seus ombros e agora ela pode voar, livre do fardo que ela carregou 'o que será que elas pensam de mim?' 'o que eu devo fazer?' é substituído por 'onde eu devo voar hoje?.' Esse é o estado mental que buscamos.

A natureza da Lolita é escapar. Porém, isso é sempre mal entendido. Escolher abandonar as responsabilidades mortais; crescer, viver como um cidadão completo com cuidados e preocupações mundanas, não é a escolha para ver o lado resplandecente da vida. Lolita também tem seu lado 'gótico', aquela fascinação com a falsa inocência da infância, o conceito surreal da fatalidade e as sombras que mesmo as donzelas carregam. Em alguns dias ela pode escolher vestir um vestido preto, com caveiras e cruzes como sua assinatura. Isso desafia o ideal comum e satisfaz os desejos mais sombrios de uma criança. Mesmo uma Lolita que prefere o estilo mais doce pode gostar dessas coisas com um prazer trágico.

Para onde uma Lolita escapa então? Para um mundo onde apenas jovens meninas e bonecas vivem. É um pequeno pedaço de história revestido de açúcar, um anacronismo em que ela pode transformar seu quarto comum em um grande solar, ou palácio de Versailles. Sua vizinhança se torna seu reino. Nesse país das maravilhas coisas curiosas acontecem, desejos são concedidos e contos-de-fadas viram realidade. Lolita não deve ter medo de explorar esse novo mundo estranho, que segura muitas páginas de sua própria história. Toda Lolita deve encontrar seu lugar e fazê-lo bonito.

Se transformar em Lolita é ganhar um conhecimento de Beleza. Ver a beleza em si mesma e no mundo. O coração de uma lolita é uma metamorfose, assim como uma borboleta, em uma linda menina, dama ou princessa. A donzela de sua própria história.

Essas palavras são para você, menina que escolhe sonhar. Talvez ajude você a encontrar suas asas.


Créditos
Texto original:
The Lost Princess
Tradução e adaptação: Marcela

8 comentários:

  1. Eu queria ser lolita mas aqui no meu estado nem dá... E muito quente, euderreteria nas roupas de loli. =(

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo esse texto!
    --
    Yumii, Recife também dá uns calor dos infernos, mas até que ultimamente o inverno aqui tá frio que só o cacete, dá pra usar de tudo, auhauha
    Mas mesmo no verão, com o calor, vou me esforçar, e sempre dar um toque lolita nas minhas roupas e em minha vida. ♥

    ResponderExcluir
  3. Amei mesmo o texto, ele traduz tudo o que sinto quando coloco uma roupa lolita, ou até mesmo quando faço um cosplay ^^

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto!! muito lindo, quase chorei!
    (/_;)/~

    Queria muito me vestir de lolita, mas aqui onde eu moro não consigo nem um nada de roupa ou acessório do estilo!! (Buááá T_T)

    Mas, bola pra frente que a vida continhua, aqui tbm até o inverno eh quente (agora msm auge do inverno e fazendo 33°C!!), continuo tendo o Lolita Lifestyle como a maior paixão da minha vida, e me considero uma usando roupas que sempre tem um laço, babado ou manga princesa e sempre (sempre que eu falo eh sempre mesmo!!) com uma presilha de lacinho de tecido no cabelo, por menor que seja!

    Pesquiso sobre Lolita na internet todos os dias afim de aprofundar meus conhecimentos no assunto, e o que mais me impede msm de ter um outfit Sweet Lolita é que eu não tenho tempo nem habilidade para costurar, minha família não tem bufunfa suficiente pra pagar uma roupa desse tipo pronta, e, a pior parte, minha mãe DETESTA lolita, a pior coisa que ja me aconteceu!! Jamais ela deixaria eu sair na rua com um outfit de Lolita. 。・゚゚・(>_<)・゚゚・。

    ResponderExcluir
  5. Eu queria ser Lolita , quando eu tiver mais ou menos 25 anos eu vou começar a ir em alguns eventos Lolita , e ter uma guarda-roupa cheio de roupas desse estilo # Tomará que isso aconteça #

    Minha mãe e meu pai não gostam das outfit lolita :( .

    Mas tanto faz quem vai usar sou eu não eles , por isso não preciso mudar por causa deles :)

    ResponderExcluir
  6. Tenho 15 anos, meu aniversario está bem perto e minha mãe esta começando a aceitar mais o estilo, estou quase convencendo-a a me deixar eu ser uma lolita, não ligo se meu estado/cidade é quente, muito menos para as provocações, estou tão acostumada com elas(mesmo sendo normal) que me espanto se levar um elogio, ligo pra o que eu acho bonito, não para o conceito de beleza de pessoas tolas que não tem nada a ver com minha vida -.-

    ResponderExcluir
  7. Tenho 23 anos e apenas agora estou me tornando lolita, um estilo que conheci a bastante tempo. Estou adorando o mundo lolita e os estilos são tão lindos que não consigo me ver com apenas um estilo. Espero me tornar uma lolita em breve!
    Felizmente meus pais curtem não só o estilo lolita, mas diversos estilos de subculturas.Meu namorado curte muito o estilo lolita, principalmente porque ele admira garotas vestidas de maneira delicada e feminina (já que hj em dia, a maioria das meninas usa o mínimo de tecido nas roupas).
    =3
    O texto é demais!

    ResponderExcluir
  8. Aqui meu estado é muito quente mesmo! Moro em Rondônia e só temos calor, o que dificulta demais eu querer assumir o estilo!

    ResponderExcluir