terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Se importe com as suas próprias malditas maneiras

O texto a seguir foi postado originalmente em inglês no F*** Yeah Lolita e traduzido por mim.

Achei interessante o texto porque me identifiquei :D Embora eu adore essa coisa de etiqueta, boas maneiras, lolita lifestyle and the like também adoro o fato de nada disso ser obrigatório. E sinceramente acho meio deprimente quem pensa assim.


Se importe com as suas próprias malditas maneiras

Enquanto escrevia sobre as opiniões sobre etiqueta de Emily Post algumas semanas atrás, eu fiquei pensando sobre lolita e boas maneiras. Muitas lolitas concordam que vestir o manto das perfeitas maneiras toda vez que você entra em sua burando é um pouco falso. Mas há algumas lolitas por aí que insistem que uma lolita sem boas maneiras dificilmente é uma lolita de fato.

Muitas das que são obcecadas com as maneiras que você projeta enquanto lolita gostam de dizer que você está representando o estilo para o mundo, então é melhor você estar com seu melhor comportamento ou você está decepcionando o time todo! Você não gostaria que o resto do mundo pensasse que aquelas garotas em vestidos fofos cor-de-rosa são um bando de garotas-macaco incivilizadas, que xingam e nem sabem o que é um garfo de salada, gostaria? Agora, eu preciso dizer, tão educadamente quanto posso, que toda essa maneira de pensar é um monte de besteira.

Eu cheguei até lolita através do gótico e tenho me vestido como um rejeito excêntrico do circo desde que comecei a vestir a mim mesma. Por experiência eu posso dizer que a maioria dos estranhos vai fazer todo tipo de suposições malucas sobre você e qualquer um que pareça com você baseado no que você está vestido, não em como você está agindo. Você poderia ser a mais doce, mais encantadora, mais bem comportada garota por aqui, mas estranhos que passarem por você na rua ainda irão pensar que você é uma Vampira Adoradora Satânica, ou uma Bebê-Adulta Viciada em Sexo Obcecada pelo Japão. Claro, uma pessoa ocasionalmente pode fazer alguma pergunta sobre isso, nesse caso você dá a eles o padrão "Isso não tem nada a ver com sexo. Sim, eu sei sobre o que o livro Lolita é. São apenas roupas." então eles irão balançar a cabeça, fingir que estão tendo uma conversa de dois lados e irão seguir seu próprio caminho, mas provavelmente não mudarão a opinião sobre o que você é, se ao menos ele se importaram para formar uma opinião sobre você em primeiro lugar.

Desde quando nós devemos, como lolitas, supostamente nos importar com o que outras pessoas pensam sobre nós? Eu pensei que nós estivéssemos nos vestindo assim porque nós gostamos disso, pro inferno o que as outras pessoas acharam. Desde quando vestir-se como você quiser de repente se tornou um fardo com o peso de toda a reputação lolita? Seja educada porque você quer ser educada, porque você quer ser uma princesa, porque é chocante, porque é natural para você, porque você quer que as outras pessoas sejam educadas, porque chama menos atenção para você porque você sabe que se você não se controlar você vai ter um espasmo e derramar chá sobre todo o seu novo vestido. Mas não comece a se estressar por causa de garfos de salada e cerimônias do chá e a maneira correta de convidar seus amigos para um brunch porque você se sente obrigada a fazer isso, e certamente nunca aponte seu dedo na direção de outra lolita e diga a ela que ela precisa representar toda a comunidade lolita.

Se importe com as suas próprias malditas maneiras, não com a de qualquer outro. Você não está salvando a reputação de lolita tentando forçar restrições antiquadas aos outros. Lolita é sobre ser você mesma, não provar que estranhos estão errados.



Créditos:
Post original: F*** Yeah Lolita - Mind your own damned manners
Tradução: Ichigo


Postado às 8:13

Um comentário:

  1. HI
    I'm quite pleased with the ifonrmation in this post.nice and useful!
    thank you!

    ResponderExcluir