terça-feira, 8 de setembro de 2009

Cena Lolita

Depois de alguns posts bem bobinhos resolvi deixar de ser preguiçosa e escrever alguma coisa de fato. Espero que gostem do post, vou falar sobre meu assunto favorito de novo: LOLITA.

A cena lolita no Brasil

Existe uma cena lolita no Brasil? Existe, e é bem fragmentada. Primeiro analisemos o perfil adeptos do estilo: ouvem mais ou menos o mesmo tipo de música, freqüentam os mesmos lugares, tem um monte de coisas em comum. Ok, é mentira. Lolita é roupa e, além da roupa, você não precisa ter mais nada em comum com ninguém. (Olha, eu disse que não precisa, não que não pode, dik).

Naturalmente há muita gente com coisas em comum, sim (afinal todas as pessoas do mundo tem coisas em comum - mesmo se você não for desse mundo em algum ponto vai achar alguma coisa semelhante). Veja por exemplo o modo como você conheceu o estilo. Salvo algumas exeções acredito que tenha sido por uma dessas a seguir:

Anime: Certo, lolita não é cosplay e mesmo que hajam personagens que se vistam no estilo copiar a roupa deles ainda é cosplay. Tem gente que tem ogeriza da relação entre anime e lolita (não vou discutir isso, só comentei). Chii, Misa, Sakura e as bonecas de Rozen Maiden não são lolita. Muitos animes tem personagens com roupas inspiradas em lolita, de fato, porque isso combina com o padrão de beleza "kawaii", não porque tem alguma relação histórica ou coisa assim. Mas, enfim, o anime com suas "inspirações lolita" contribuem para que otakus cheguem à moda lolita (se conhecem de fato ou acham que maid e lolita é a mesma coisa é outra história).

J-Rock: Esse foi meu caso, vejam se você se identifica: Uma amiga fã de Moi dix mois me passou uma música da banda (que até então eu não conhecia). Fui atrás de saber mais sobre a banda e me deparo com uma foto do Mana. Imediatamente eu, que até então era gótica trevosinha Nightwish 4ever, pensei: "OMG, que visual foda! *-*" Depois descobri que aquilo era gothic lolita (tá, eu não tinha noção de que a trevozice da maquiagem dele era over, mas isso é irrelevante). Conheci lolita através do Mana. Mais alguém?

Moda japonesa: Creio que isso seja mais raro, mas é mais ou menos assim: pessoa fã dos estilos japoneses (Harajuku em geral) olhando fotos random vê uma coisa fofa e frufru e pensa: "oh, o que é isso? :O". Pesquisa e descobre que é lolita.

Perceba que em nenhum dos casos falei que a pessoa decide virar lolita (ou acaba virando ita), mas que são algumas maneiras comuns de se conhecer o estilo. Ah! Se alguém aí conheceu de uma forma diferente conte pra mim que eu vou ficar feliz em ouvir :D

Pois bem, esses "grupos" de diferentes formas de se chegar ao estilo podem se isolar ou não (tipo: "Você é otaku e n00b, acha que lolita é maid então não vou andar com você!"), mas por mim dane-se essas tretinhas! Se você quiser conhecer o estilo e não for um rbd cheio de mimimi porque alguém disse que sua roupa não era lolita provavelmente eu vou te achar amor e vou querer te ajudar. (Se não eu vou achar legal te zoar e encher o saco. Eu sei que isso é muito feio, não sigam meu exemplo ^^").

Explicando melhor: em questões de origens, pode rolar uma panelinha. Mas eu acho normal já que isso pode significar uma maior afinidade, né? Independente de haver uma separação por origem ou não pra mim o grande "ponto de encontro" das lolitas daqui é a internet. Há várias adeptas do estilo por todo o Brasil (coloquei no feminino porque não conheço nenhum menino que faça lolita regularmente) e como a distância geográfica é grande a internet quebra um galho. Só para citar alguns lugares onde há uma concentração considerável de lolitas: São Paulo (óbvio), Brasília, Rio de Janeiro e (sim!) Belém do Pará. Aliás, como comentário pessoal, gosto muito das lolitas do Pará ^__^ São Paulo é a cidade com maior número de lolitas (e também de itas), mas isso é algo de se esperar. A sorte de quem mora nessas cidades é ter encontros de vez em quando pra conhecer mais gente que curte o mesmo estilo que você (e provavelmente tem mais coisas em comum também - não é regra, mas como já disse antes, é bem possível).

E quem não tem encontro? E quem é a única lolita da sua cidade? Nada impede de que você saia feliz e contente em um full cordinate a la Angelic Pretty, mas acredito que não sejam muitas as pessoas com coragem pra isso. Então, salvo os encontros, os locais mais comuns para se encontrar lolitas são eventos de anime e outros eventos de cultura japonesa (inclui bon odori e outros festivais). É, o pessoal que vai nesses lugares costuma ter uma tolerância mais alta a esses estilos diferentes (mas experimenta sair no centro de uma cidade pequena/média pra ver se não vão gritar e apontar pra você! Sim, infelizmente educação não é uma coisa que todo mundo usa).

Então... encontros, eventos, internet. Basicamente é aí que as lolitas estão. Tem quem use lolita em qualquer oportunidade que tenha, para ir ao cinema ou num aniversário (tipo eu aqui, oi :D), mas... é, não vejo muito disso por aí.

Serei um pouco mais específica agora.

Eventos de anime: Desculpa, gente, mas a maioria das "lolitas" que se vê nos eventos é ita. Ou um cosplay capenga com algumas modificações "lolitáveis". Claro que tem as lolitas super win que também usam lolita nos eventos, mas uma coisa que observei no último Anime Friends é que raramente o público geral vai se tocar que VOCÊ, lolita linda que pesquisou, economizou pra comprar/fazer uma coisa decente e se empenhou em cada detalhe, é quem realmente está de lolita, e não as meninas cobertas de cetim, renda barata, meia arrastão e com a calcinha aparecendo. Eu acho isso muito triste, mesmo.
Recentemente está acontecendo uma enxurrada de "concursos" e "desfiles" lolita nos eventos. Sinceramente, eu não entendo como algumas pessoas se inscrevem nisso achando que estão de lolita. O último que teve foi no Anime Con (também teve uma sala lolita com doces e acessórios a venda), que é a exceção, já que as organizadoras sabiam o que estavam fazendo e conheciam o estilo (mas isso não impediu gente nonsense de se inscrever, claro).
Ahh, estou me prolongando demais nisso, futuramente faço um post sobre lolitas e anime, por enquanto basta saber que evento de anime é certeza de encontrar muitas itas e algumas lolitas :)

Eventos de cultura japonesa em geral: Mais pessoas que conhecem/gostam do Japão, mais chances da pessoa conhecer/entender o estilo ou pelo ou menos aceitar que é uma coisa diferente e não apontar pra sua cara e rir (Y) Não me lembro de itas nesses eventos (mentira, lembro de uma numa Feira Japonesa em Recife, mas aquela garota é diva das itas, é redundante), mas são poucas as lolitas. Ainda assim, tem, por isso vale a pena citar. (Onça no Londrina Matsuri \o/)

Internet: Ahh, a internet! Lolitas tem bastante espaço nela. As lolitas do Brasil encontram-se, como é de se imaginar, no orkut. Só para citar algumas comunidades temos a Gothic Lolita original, que não é a maior, mas a melhor comunidade sobre o assunto. Lá postam notícias principalmente e discussões. A comunidade já foi invadida e deletada uma vez, mas se recuperou rapidamente :D. A Daily Lolita é onde postamos fotos das roupas que usamos, geralmente numa proposta mais casual, mas vez ou outra aparecem outfits mais elaborados ♥ Na Tutoriais - Lolita há, como o nome diz, tutoriais relacionados à moda lolita. É muito útil principalmente para quem quer aprender a confeccionar os próprios acessórios e roupas. O tópico de dúvidas da comunidade é bem movimentado (mais do que o da comunidade Gothic Lolita. Aparentemente as novatas que têm medo de postar na GL recorrem à Tutoriais ^^). A Lolita Sales é o lugar para anunciar vendas e, raramente, postar um tópico para ver se alguém tem o que você quer comprar. E uma comunidade recente, mas que gosto muito é a Lolita Valentines. A proposta da comunidade é homenagear as lolitas de quem mais gostamos *-* Já ganhei um valentine ♥ Espero que a comunidade fique mais movimentada ^^v

Bom, não temos uma cena bem desenvolvida ainda. É possível perceber tamanha a estranheza da maioria das pessoas quando falamos em "lolita". Fique registrado que eu odeio a associação com o livro do Nabokov. Nós não somos garotinhas de 12 anos precoces querendo fazer coisas com caras de 40, tá?

Atualmente há bem mais informação disponível, e acho impressionante que exista tanta coisa errada. O povo tem preguiça e/ou não sabe onde procurar? E pra ajudar há diversas mídias divulgando coisas nada a ver, como por exemplo as revistas Capricho e WITCH (isso já faz um tempo, e até comentei aqui) e mais recentemente o site da editora Abril (repare que é tudo da Abril :T). É difícil querer que a cena cresça com esse tanto de informação errada (e ainda por cima vindo de uma editora de renome). E aí, por mais que lolitas se esforcem em traduzir textos, criar sites e postar em seus blogs (!) sobre o assunto, em quem, digamos, uma adolescente comum de classe média vai preferir acreditar: na sua revista favorita ou em um bando de meninas da internet que ela nunca viu? Pois é.

É difícil fazer um estilo vingar sem uma cena definida. Se mais lolitas se unissem e tivessem coragem de sair por aí montadas o povo iria se acostumando. Talvez continuem não gostando e olhando torto, mas se acostumariam. E quando vissem uma menina com um vestido poofy, sapatos de boneca e laço na cabeça ao invés "WTF? D:" pensariam "Ah, uma lolita..."

Pro inferno a síndrome de underground. Lolita é roupa, é moda. E eu quero mais é que vire modinha e que tenha uma loja em cada esquina. E o que vai acontecer? Simples. Vão ter mais lolitas. Vão ter mais itas. Vai ter gente que não é adepto do estilo e quer comprar uma peça ou outra pra usar sem ser num outfit lolita. E vai dar pra você usar um estilo que você gosta sem ter que desembolsar mais de R$500 incluindo shipping e shopping service. Como faz pra isso acontecer? A cena tem que crescer. E como faz pra cena crescer? Mais lolitas. Se doer na síndrome de floco de neve especial de alguns, fazer o que.



Postado às 13:03

4 comentários:

  1. Diana aqui olhando os antigos posts da Ihcigo \o/

    Bom, na minha opnião, para a cena crescer, ao ponto de ter lojinhas nas esquinas, só virando moda, e pessoas da globo usando coisas relacionadas ( ou full ), mas até que tá na moda, né? lacinhos, babadinhos... Mas mesmo assim as pessoas estranham.
    Mas sabe Ichigo, quando eu ter mais roupas lolis, serei como você, que usará em todo canto que tiver a oportunidade. XDD
    ( ♥ )

    ResponderExcluir
  2. Oi,Ichigo.
    Com certeza seria melhor se as PESSOAS PESQUISASEM MELHOR SOBRE LOLITAS DO QUE FICAR XINGAM SEM SABER O QUE É!!!!
    Mas, eu acho que Lolita não deveria virar MODINHA.
    Primeiro:Lolita não é para ser MODINHA com essas de restar õ.õ.õ
    ECA! Ou esses vestidos que amostra tudo õ,õ,õ.Lolita tem que ser Lolita.Coisa boa,que demostra inocencia,de qualidade,etc.
    Segundo:Se Lolita virar MODINHA ó.ò
    EU NÃO USO no minimo até acabar as MODINHAS!


    Espero ter minha roupas Lolitas de todos os estilos,nunca ser uma ITA ò.ò e divulgar o melhor de ser Loli!! X)(X
    Viva para as Lolitas!!
    VIVA!VIVA!VIVA!

    ResponderExcluir
  3. serio, eu acho bem melhor esses escritores da abril pesquisarem nem que seja na Wikipedia que eh ruim mas no caso deles acho até melhor perguntar prum mendigo japonês que eles conseguem 5 folhas de reportagem!
    eles nem ligam pensam "Oh, vamos inventar e encher lingüiça, o pessoal naum liga naum!"
    O que eu achei bom mesmo foi a reportagem do jornal Hoje que foi curta mas eu AMEI porque esta certicima (ME CORRIJAM SE NÃO!)mostrou a Misako Aoki e uma loja que eu acho que era da AP!
    O link:http://www.youtube.com/watch?v=4Ddq1FQwWa4

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho uma dúvida: vejo que muitas lolitas não gostam de góticas. Moda gótica é ita? Achei que ita fosse alguém que tentou fazer um visual lolita e errou, ou chama de lolita um visual que não tem nada a ver. Mas vi muita gente falando que moda gótica é ita, então, não sei. O.o

    ResponderExcluir